Produto da Tectron teve registro liberado pelo governo americano. Empresa passa a fazer parte de seleto hall de brasileiras habilitadas no mercado americano.

O governo americano aprovou e liberou o registro do Tecmax Pro, proteases termoestáveis, para comercialização nos Estados Unidos, ampliando a presença da Tectron no mercado mundial e sua participação no seleto rol de indústrias brasileiras habilitadas à exportação no país, feito este inédito no mercado de nutrição animal no Brasil.

Com a proposta de apresentar ao mercado uma solução inteligente para produção animal, o produto é uma tecnologia inovadora para uso em rações de aves e suínos. O aditivo enzimático termoestável de alta eficiência contém uma combinação de proteases ácidas e alcalinas capazes de atuar sobre diferentes pHs com a função de potencializar a digestão da proteína, melhorar a absorção intestinal e a performance zootécnica com redução do custo fórmula.

Os Estados Unidos possui um elevado nível tecnológico em seu agronegócio e consegue um dos melhores índices de produtividade do mundo. A exportação ao país evidencia a qualidade das tecnologias Tectron, que tem em seus produtos viabilidade técnica e econômica e são fabricados mediante os mais modernos controles de qualidade, segurança alimentar e rastreabilidade. A utilização do produto em rações para aves e suínos tem gerado uma economia de R$ 5 a R$ 20 por tonelada.

Fonte: Ascom