A economia dos EUA está mais forte do que nunca, graças em grande parte a empresas como a que efetua a reciclagem de plásticos no centro de Ohio.

Sharad Thakkar, presidente da Polymer Technologies and Services, disse que sua empresa estava “investindo fortemente em novos equipamentos, contratando mais funcionários e esperando um crescimento significativo em 2018.”

Thakkar disse que decidiu abrir uma empresa de reciclagem de plásticos em Ohio porque há clientes na região. Sua empresa compra sucata de indústrias locais produtoras de plástico. Elas fabricam peças para indústrias regionais automotivas e para indústrias de produtos para casa e jardim.

“Posso transformar sua sucata de plástico descartável em matérias-primas valiosas”, disse Thakkar. Posteriormente, sua empresa revende o plástico bruto de alta qualidade para muitas das mesmas empresas a um custo reduzido.

“Ser proprietário de empresa nos Estados Unidos é a melhor posição para ser ‘alguém’, disse Thakkar, que saiu da Índia e foi para os EUA com o objetivo de fazer pós-graduação na Universidade Estadual de Kent, em Ohio, em 1981. Ele recebeu um Ph.D. em Química em 1985 e se tornou cidadão americano em 1991.

Empresários ao lado do presidente Trump no Salão Oval (@ Jabin Botsford/The Washington Post via Getty Images)
Sharad Thakkar, presidente da Polymer Technologies (terceiro a partir da direita), se encontra ao lado do presidente Trump e junto de outros vencedores do Programa de Prêmios da Semana Nacional de Desenvolvimento de Minorias de 2017, no Salão Oval (@ Jabin Botsford/The Washington Post via Getty Images)

Em 2017, Thakkar foi um dos 15 líderes empresariais advindos de uma minoria a receber o Prêmio Nacional de Desenvolvimento de Empresas Pertencentes a Minorias*. No outono americano passado, durante uma cerimônia em que se homenageavam os premiados na Casa Branca, o presidente Trump disse a eles: “O trabalho que vocês realizam e os produtos e serviços que vocês contribuem para este mundo geram uma nova prosperidade* em todos os Estados Unidos. Por isso, estamos em dívida com vocês.”

Nova prosperidade

Nos últimos 10 anos, o número de empresas pertencentes a minorias nos EUA, iguais à de Thakkar, quase dobrou para cerca de 11,1 milhões. Essas empresas agora empregam mais de 6,3 milhões de pessoas e geram mais de US$ 1,7 trilhão em receita anual. (Os números provêm de um relatório de 2017 da The Business Journals, uma grande empresa de pesquisa e mídia sobre a indústria).

As empresas de propriedade de hispanos são o segmento de mais rápido crescimento entre empresas de propriedade de minorias nos EUA (veja o gráfico abaixo).

Gráfico ilustra o crescimento estimado de três categorias de empresas de 2012 a 2017 (O. Mertz/Depto. de Estado)
(O. Mertz/Depto. de Estado)

No geral, as mulheres estão à frente de cerca de um quarto de todas as empresas pertencentes a minorias nos EUA.

A economia dos EUA está crescendo. De acordo com o último relatório do Departamento de Comércio dos EUA*, o produto interno bruto real (PIB) aumentou a uma taxa anual de 3,2% no terceiro trimestre de 2017 em virtude dos seguintes fatores: aumento dos gastos dos consumidores, investimentos em estoques, investimentos em empresas e exportações. As importações, que reduzem os valores do produto interno bruto, também diminuíram em 2017.

Onde eles trabalham

As empresas pertencentes a minorias podem ser encontradas em praticamente todas as cidades dos EUA, mas se concentram em um número maior na região da cidade de Nova York e Newark, em Nova Jersey, além da região metropolitana da Filadélfia, de acordo com um relatório do Bureau do Censo dos EUA de 2017*.

Entre os estados americanos, a Califórnia possuía a maioria das empresas pertencentes a minorias, com mais de 228 mil empresas (quase 30% do total do país).

O presidente Trump disse aos líderes empresariais premiados que eles “representam o melhor dos Estados Unidos e nossa determinação de ser bem-sucedidos e crescer”.

 

Fonte: Share America Gov